Blog

VENDAS DE FIM DE ANO!

QUALIDADE DO RELACIONAMENTO E ESTRATÉGIAS DIFERENCIADAS DE MARKETING SÃO FUNDAMENTAIS PARA GANHAR A PREFERÊNCIA DO CONSUMIDOR

Confederação Nacional do Comércio espera crescimento de 4,3% nas vendas de fim de ano em relação ao ano passado. O cenário econômico de queda da inflação, dos juros e do desemprego contribui para o ânimo dos varejistas. Entretanto, o consumidor continua cauteloso na decisão de comprar.  “Eles fazem mais pesquisa de preço, principalmente pelo uso do smartphone e o crescimento das lojas virtuais”, confirma a analista do Sebrae Minas Luciana Lessa.

 

   Para tentar convencer os consumidores a optarem por uma marca ou produto, em meio a tantas ofertas, o empresário precisa investir na qualidade do relacionamento com os clientes e em estratégias de marketing diferenciadas. “O consumidor busca, acima de tudo, transparência, confiança e um bom atendimento. Qualidade e preço vêm em seguida”, afirma a especialista em marketing do Sebrae.E não dá para pensar em estratégia de venda sem pensar no e-commerce. Para além de ter um site bem construído, atrativo e responsivo, os pequenos negócios precisam buscar outros atributos de marketing para concorrer nesse mercado dominado por grandes empresas. “É fundamental a empresa cumprir o que promete para os consumidores, como prazo de entrega, disponibilidade e personificação de produtos”, destaca a analista.

 

 

Nas redes sociais, é importante que as estratégias para disputar a atenção do consumidor se baseiem no bom senso e no entendimento de que esses ambientes têm que ser priorizados como espaços de relacionamento com os clientes. “As redes sociais não devem ser uma vitrine de vendas.

 

 

Ali precisam ser postados conteúdos relevantes para os consumidores, que devem ter suas dúvidas respondidas o mais rápido possível”, alerta Luciana Lessa.Confira outras dicas da especialista para os empresários se preparem para as vendas de fim de ano:

 


• Verifique como foram as vendas do último ano e prepare o seu estoque para não faltar produtos.

• Prepare os vendedores para prestarem um excelente atendimento.

• Mude as vitrines pelo menos uma vez por semana.

• Invista em promoções.

• Cuide da organização da loja e pense em oferecer um mimo para o cliente, como um bombom, por exemplo.

• Mensure os prazos necessários para realizar as entregas até o Natal.

 

Fonte: https://glo.bo/2hN3iWy

 

 

 

 

 

 

Sabemos o quanto é importante entender um pouco sobre a fidelização de clientes e por isso separamos essas dicas super legais para te ajudar com seus queridos clientes !

 

DICAS PARA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES! 

Se tivéssemos que eleger a maior riqueza dentro de uma empresa, independentemente de seu porte ou segmento, não pensaríamos duas vezes: o cliente fiel. Segundo Steve Denning, autor de The Secret Language of Leadership, empresas que mantêm o foco na fidelização de clientes, ou no que ele denomina “encantamento de clientes”, garantem um exército de porta-vozes para sua marca. Esses clientes, com seu potencial de engajamento, funcionam como um núcleo de atração para novos compradores, e disseminam a boa imagem da marca.

Mais que isso, estima-se que manter um cliente fiel pode ser até cinco vezes mais barato que conquistar um novo, sendo que eles chegam a responder por até 65% de todas as vendas de uma empresa. Mas, afinal, como fidelizar clientes? Entenda neste post por que é tão importante investir na fidelização de clientes e confira como fazer isso com cinco dicas essenciais para encantar o comprador.

Satisfação versus fidelização

Ok, sua empresa oferece os melhores produtos e serviços e, por isso, está sempre atraindo novos olhares. Mas saiba que isso não é suficiente. Em um mercado cada vez mais concorrido, não há produto ou serviço bom o bastante que não possa ser copiado e ou melhorado. Mais do que qualidade na entrega, para fidelizar clientes é preciso ultrapassar os limites da satisfação pessoal do comprador.

Se, por um lado, um bom produto ou serviço abre portas, atrai o interesse e te coloca na briga de mercado, por outro, ele não é o suficiente para garantir que aquele cliente jamais ceda às tentações da concorrência. Este “encantamento” é um trabalho de médio a longo prazo e que inclui, além da qualidade do que se oferece, uma estratégia capaz de construir um vínculo afetivo entre a marca e o cliente. Veja a seguir 5 dicas para a fidelização de clientes:

1 – Atenda o cliente como ele gostaria de ser atendido

Comece encarando o atendimento como um diferencial. Ele é, talvez, o diferencial menos perene dentro de uma empresa, já que “quase” todo o resto pode ser reproduzido pela concorrência. Assim, ter — e manter — um bom atendimento é o primeiro passo para encantar clientes.

Mas, afinal, o que é um bom atendimento? Para Steve Denning, o atendimento diferenciado começa quando a equipe de vendas é treinada para atender o cliente como ELE gostaria de ser atendido. Uma boa equipe de vendas não insiste no atendimento (ou produto/serviço) que acha que é o melhor para o cliente. Ela capta os sinais dados pelo futuro comprador e embarca nas suas preferências e necessidades. Até mesmo o tipo de abordagem (mais ou menos agressiva), é definida de acordo com as respostas do cliente. Para isso, além de muita sensibilidade, o vendedor precisa saber calar seus pensamentos, ouvir e se colocar no lugar de quem está comprando.

2 – Direcione o foco para o cliente certo

Antes de gastar suas energias tentando abraçar o mundo, saiba que para fidelizar clientes é preciso manter o foco no público certo. Somente direcionando as ações estratégicas de sua empresa para as pessoas certas será possível garantir um atendimento de qualidade.

Quem são seus clientes em potencial? Onde eles estão? O que eles estão buscando? O que eles esperam dos seus produtos ou serviços? Saber responder a essas perguntas é fundamental para direcionar sua estratégia de negócio (e de marketing) para o público certo e garantir a fidelização de clientes. Não adianta pensar que é possível oferecer a todos os nichos o melhor atendimento do mercado. Não há produto ou serviço que agrade a todos.

3 – Fidelize clientes com a teoria da pirâmide invertida

Na teoria da pirâmide invertida, o cliente se encontra no topo, e para ele são destinados os maiores esforços dentro de uma empresa. Abaixo estão os vendedores e todos os que lidam diretamente com o cliente e, por fim, os líderes e gestores, aos quais cabe todo o suporte necessário para sustentação deste sistema.

A imagem descrita mostra o papel dos clientes dentro de uma empresa que visa a fidelização: eles são o motivo que justifica todo o trabalho. Aqui o foco não é o produto, nem os processos internos, mas sim o cliente. Vendedores, líderes e gestores se posicionam como o pivô que sustenta toda a estratégia de atendimento. Isso significa, na prática, uma cultura empresarial do bom atendimento, que além de visar o relacionamento de qualidade com cada cliente, reconhece o valor de ferramentas como SAC, ouvidoria, pesquisa de mercado, segmentação em marketing, entre outros.

4 – Para clientes fiéis, dê tratamento VIP

Se os clientes fiéis podem responder por até 65% de todo o faturamento de sua empresa, eles merecem, no mínimo, um tratamento diferenciado. Para isso, invista em ações de relacionamento como newsletters exclusivas, cupons de desconto e vantagens de um clube de fidelidade.

Para esses clientes, vale antecipar lançamentos e ofertas e investir em conteúdo personalizado. Lembre-se de que eles são o maior capital de sua empresa.

5 – Monitore, sempre

Toda ação voltada para a fidelização de clientes (seja uma campanha de e-mail marketing, ou o lançamento de um conteúdo exclusivo) pode — e deve! — ser monitorada. Para isso, conte com um bom CRM (Customer Relationship Management) e uma equipe focada em resultados. O monitoramento permite a otimização constante de sua estratégia e, a partir dos resultados de cada investida, você pode reunir cada vez mais informações relevantes sobre seu público-alvo, suas preferências de abordagem e necessidades. Encare esse processo como um ciclo virtuoso: quanto mais você monitora, mais conhece seu público e maior é a sua capacidade de criar estratégias para fidelizar clientes.

Pronto para dar o primeiro passo? Comece treinando sua equipe de vendas para um atendimento de excelência, reforçando junto aos funcionários valores e práticas de como ouvir o cliente para entender como ele deseja ser atendido, qual a abordagem mais eficiente para cada perfil, quem são os clientes foco dentro da empresa e como cativá-los em um processo contínuo que não se encerra na venda. Reforce essa estratégia e veja o processo de fidelização de clientes realmente acontecer!

FONTE: https://endeavor.org.br/fidelizacao-de-clientes/

 

Com a correria do dia-a-dia , estamos cada vez mais atarefados e na maioria das vezes estressados, separamos essas dicas importantes para que você se previna desse mal que pode desencadear problemas mais sérios !

ESTRESSE - Não deixe ele se tornar maior do que você! 

 Atualmente os dias estão complicados em vários aspectos, a "aura" do mundo parece estar cada vez mais pesada com as informações negativas que chegam quase que em tempo real.
Isso, de forma sutil, acaba interferindo no nosso dia-a-dia e se manifestando da pior forma: o estresse.
Por conviver também com essa vida louca do século 21, e saber que esse problema pode desencadear outros mais sérios, como crise de ansiedade, sindrome do pâncico, entre outras doenças psicológicas, trazemos 4 importantes dicas para evitar que esse mal te consuma.

Dica 1 - A falta de tempo, a preocupação em fazer o dia render, os intervalos entre os compromissos que ficam cada vez menores, são fatores comuns de estresse na vida moderna. Por isso, programar as atividades, marcar compromissos em horários não muito próximos, com tempo suficiente para enfrentar possíveis imprevistos sem desesperar. Estabelecer prioridades e respeitar o planejamento estabelecido para o dia tem um bom efeito para o controle do estresse.

Dica 2 - A competição é um dos grandes estímulos para a sociedade e para o indivíduo. Devemos lutar por nossos objetivos e sonhos, porém sem o desgaste de comparar as conquistas e perdas pessoais com as dos outros. Não confunda competição com competência. Competência é querer fazer bem aquilo que se faz e competição é desejar ser melhor do que os outros.

Dica 3 - A essência da vida e da felicidade está na relação afetiva com todos aqueles com quem convivemos. Ser aceito e querido é muito importante para diminuir os efeitos nocivos do estresse. Assumir novas posturas diante das pessoas pode ser a chave para estabelecer laços afetivos mais saudáveis.

Dica 4 - Atividades físicas regulares ajudam a combater fatores de risco à saúde, facilitam a descarga de tensões, proporcionam relaxamento e diminuem o estresse. Não é necessário treinar para ser atleta, mas sim, para ter um estilo de vida mais ativo. Praticar exercícios sempre que possível, é um fator fundamental no combate ao estresse. Segundo os cardiologistas, trinta minutos diários são suficientes para condicionar o organismo e trazer benefícios à saúde. Vença a inércia e sinta-se muito bem.

Cada pessoa reage de maneira diferente diante das diversas fontes de tensões. É indispensável aumentar as formas viáveis e saudáveis de lidar com o estresse, já que ele, infelizmente, sempre estará presente na nossa vida. 
Não tem segredo, mas como conselho, devemos evitar o máximo situações que não agradam nosso corpo em mente, reservar pelo menos um dia da semana para fazer só o que gostamos, e voltar a atenção para pessoas que querem nos ver bem sempre.

 A importância da decoração no ambiente de trabalho ! 

 Diante de um mercado cada vez mais competitivo, todo e qualquer fator que pode melhorar a produtividade da sua empresa deve ser considerado. Um ponto que, muitas vezes, passa despercebido, mas que é de suma importância, é a decoração do ambiente de trabalho.

 Cores, disposição dos móveis, flores, limpeza, iluminação e outros aspectos, são pontos capazes de despertar sentimentos de satisfação ou insatisfação nas pessoas. Mesmo que, muitas vezes, sejamos incapazes de perceber de onde vem este estímulo, nós nos sentimos confortáveis ou desconfortáveis em um determinado ambiente, influenciados de maneira subliminar pelos aspectos acima.

 Sabe qual é a importância da decoração no ambiente de trabalho? Confira abaixo!

Tons

A ciência já nos mostrou que as cores são capazes de interferir em aspectos psicológicos como humor e motivação. Saiba como utilizá-las:

Amarelo: o amarelo é capaz de gerar estímulos ao nosso sistema nervoso central, despertando vivacidade e a sensação de luminosidade. Esta cor também sugere proximidade;

Laranja: o laranja é capaz de estimular a criatividade e gerar a sensação de entusiasmo. A cor também estimula força, ação e vitalidade;

Vermelho: se usado em excesso, a cor vermelha pode gerar irritação. Mas com um bom uso ela também é capaz de gerar entusiasmo, dinamismo e ação;

Rosa: associado à feminilidade e à delicadeza, esta cor é capaz de transmitir calma e tranquilidade;

Azul: associa-se à fé, pureza e confiança. Mas em tons muito escuros desperta sensação de frieza e de formalismo;

Verde: tons claros de verde transmitem esperança, tranquilidade, paz e bem-estar. Tons escuros podem deprimir;

Preto: demonstra elegância, mas deve ser usado moderadamente;

Branco: por ser uma cor neutra, o branco desperta paz, simplicidade e pureza.

 

Qual tom escolher

A principal dica para não errar na medida ao escolher as cores de sua empresa é evitar o uso exagerado de um mesmo tom, principalmente ser for de um tom mais escuro. O ideal seria, sempre com bom senso, utilizar-se de um bom contraste entre tons claros e escuros.

 

Sobre os fios

Deve-se sempre organizar os fios e os cabos dos aparelhos eletrônicos de tal forma que apareçam o mínimo possível. Fios espalhados pela sala deixam o ambienta mais sobrecarregado.

 

Como usar a iluminação

Utilize o máximo de luz natural possível, mas disponha de uma maneira de controlá-la no ambiente, como cortinas ou persianas. Salas muito claras prejudicam a visibilidade dos monitores.

 

Plantas

Disponha de plantas. Flores e folhas são capazes de proporcionar ao ambiente uma sensação de bem-estar natural. Se não houver a possibilidade de manter plantas naturais, não hesite em utilizar as artificiais, que irão conferir ao ambiente praticamente os mesmos benefícios que as naturais.

 

Posição dos móveis

Saber a maneira certa de se posicionar os móveis também é importante, podendo gerar ao local uma boa sensação de amplitude. Também é importante posicioná-los de maneira a valorizar a circulação do ambiente.

 

Equipe de limpeza

Por último, mas não menos importante, a empresa deve contar com uma boa equipe de limpeza. Um ambiente sujo e poluído desperta a sensação de desconforto, tornando o local de trabalho um lugar indesejável e, consequentemente, os colaboradores improdutivos.

É de suma importância que uma equipe produtiva e integrada com os objetivos da empresa se sinta confortável dentro dela.

Tendo em vista que passamos a maior parte do dia no ambiente de trabalho, poder contar com um bom espaço físico capaz de incentivar a criatividade, reduzir o estresse e proporcionar estímulos positivos aos funcionários são pontos cruciais que podem fazer toda a diferença na produtividade e nos resultados de uma boa e competitiva empresa.